Economia Sustentável Economia Sustentável

Economia Sustentável: o que é e sua importância

5 minutos para ler

O que é economia sustentável?

A economia sustentável se traduz como um meio de repensar os processos econômicos de forma que não prejudique o equilíbrio do meio ambiente. Dessa forma, seria utilizar economicamente a natureza de forma responsável e ecológica, aproveitando dos recursos naturais, sem que afete negativamente o meio em que habitamos.

Qual a sua importância?

A grande importância de se utilizar a economia sustentável é a manutenção do ecossistema. A má utilização de recursos naturais é capaz de gerar grandes deficiências na natureza, que acabam por prejudicar o estilo de vida das pessoas.

É importante mencionar economia sustentável dentro do empreendedorismo. Os impactos ambientais gerados na natureza têm um alto custo às empresas envolvidas. Dessa forma, a economia sustentável é uma boa solução para baixar despesas de indenizações.

Exemplos de empresas brasileiras que optaram pela economia sustentável:

 (Se você ficou interessado em descobrir mais sobre empresas sustentáveis acesse o nosso blog).

Como colocar em prática a economia sustentável?

  • Reparação ambiental
  • Uso consciente
  • Energia alternativa
  • Redução do consumismo

Reparação ambiental

Existem vários fatores que alteram as condições ambientais. Muitos deles são causadores de danos que podem resultar em prejuízos diversos ao meio ambiente e aos indivíduos que o habitam. A reparação ambiental é uma forma de equilibrar os danos causados e, consequentemente, a qualidade de vida para gerações futuras.

Empresas como a Faber Castell usam madeira de reflorestamento na produção dos lápis. Como são envolvidos com a economia sustentável, quando eles exploram o local para produzir uma caixa de lápis de cor, a empresa se propõe a plantar novas árvores com o objetivo de reflorestar o local.

Uso consciente

Na produção de materiais se utiliza algum tipo de recurso natural. Muitos produtos são feitos de recursos renováveis, porém é necessário discutir sobre a substituição de materiais não renováveis por renováveis afim de contribuir cada vez mais com a economia sustentável.

É necessário o reaproveitamento de produtos para que novos produtos não sejam criados e assim, recursos naturais sejam poupados.

Algumas formas eficazes de empregar o uso consciente:

  • Não desperdício dos materiais naturais
  • A reutilização
  • Reciclagem
  • Redução de exploração de recursos.

Essas formas são mais utilizáveis, pois os processos de sustentabilidade e reciclagem apresentam um maior aproveitamento de recursos e geram empregos no Brasil.

Energia alternativa

O que é um recurso natural não renovável? É todo recurso natural que é finito, ou seja, a natureza não é capaz de recuperar. Um grande exemplo hoje em dia é o petróleo. Por ser um recurso não renovável, em certo momento ele deixará de existir.

A energia alternativa ou energia limpa ,não prejudica o meio ambiente de forma tão agressiva, quanto aquelas que se utilizam do carvão e do petróleo. Esses combustíveis fósseis, quando queimados para a geração de energia, liberam uma grande quantidade de gases tóxicos no meio ambiente.

Uma boa maneira para evitar isso é optar por fontes de energias renováveis, como a solar e a eólica. Os custos em optar por utilizar essas energias são mais altos. Porém, a diminuição do impacto no meio ambiente seria algo positivo e considerável.

Já a energia solar, por exemplo, capta as ondas solares e transforma a radiação solar em impulsos elétricos, gerando, assim, eletricidade. Dessa mesma forma funciona também com a energia eólica, as pás do moinho giram pela ação do vento que geram uma energia cinética, também conhecida como energia mecânica, e esta é transformada em eletricidade. 

A energia gerada pela hidrelétrica pode ser um tanto contraditória. Mas, ainda se apresenta como uma opção mais viável aos combustíveis fósseis, ainda que ela tenha seus aspectos ruins como alagamento, erosão do solo e aumento dos rios.

A hidrelétrica é considerada uma fonte de energia barata e pouco poluente, sem emissão de gases tóxicos. Assim como a energia eólica, utiliza a água como meio de captação de energia cinética transformando em energia elétrica.

Redução do consumismo

Já foi provado que o ato de comprar estimula o bem estar e por isso é considerado terapêutico. Porém, o consumo desenfreado acaba por gerar muito lixo e resíduos que serão descartado na natureza.

Reduzindo o volume de compras e se concentrando em adquirir somente o necessário para aquele momento específico reduz a quantidade de resíduos descartados e, consequentemente, a quantidade de produtos fabricados. Dessa forma, menos produtos fabricados significam menos recursos naturais extraídos.

Produtos plásticos, por exemplo, levam em torno de 450 a 500 aproximadamente anos para se decompor. Como por exemplo, as garrafas de água. Uma pessoa gasta uma garrafa de água por dia, são 375 garrafas por ano para cada um dos 7 bilhões de habitantes do mundo. A quantidade de lixo produzido é consideravelmente alta.

Posts relacionados

Deixe um comentário

Cresta Help Chat
Send via WhatsApp
Billa Pop-Up