Publicidade

Início  /  

Glitter: entenda quais são os impactos negativos ao meio ambiente 

O glitter tradicional é muitas vezes feito de micro plásticos não biodegradáveis, o que o torna uma fonte de poluição. Conheça alternativas!
Glitter ameaça vida nos oceanos

O glitter, com seu brilho deslumbrante e capacidade de transformar o comum em extraordinário, é um elemento amplamente utilizado em diversas indústrias, desde cosméticos até decorações e artesanato.

O glitter tradicional é muitas vezes feito de micro plásticos não biodegradáveis, o que o torna uma fonte de poluição que entra nos ecossistemas aquáticos e  ameaça a vida marinha.

O objetivo deste artigo é compreender o impacto ecológico do glitter tradicional e demonstrar os benefícios das opções sustentáveis enfatizando a importância das decisões conscientes para que a criatividade humana e a proteção ambiental coexistem de forma mais harmoniosa.

O que é glitter?  

O glitter é feito de minúsculas partículas brilhantes e pode ser feito de uma variedade de materiais, incluindo plástico, metal, vidro e até materiais biodegradáveis como a celulose.

Tem uma história centenária e é feito de materiais naturais como minerais triturados e conchas. Com o tempo, eles evoluíram para usar materiais sintéticos para criar partículas uniformes e brilhantes.

Os tamanhos das partículas variam, resultando em uma variedade de efeitos visuais, desde brilhos sutis até realces intensos.

 Para que serve o glitter?

O glitter tem uma ampla gama de utilizações e utilizações, pois pode adicionar brilho e detalhes visuais. Aqui estão alguns dos principais usos do glitter.

1. Decorações: Decorações de festas como casamentos, aniversários e ocasiões especiais usam glitter  em enfeites, convites, velas e outras decorações para adicionar um toque festivo e brilhante.

2. Cosméticos: Na indústria cosmética, o glitter é utilizado em maquiagens, esmaltes e produtos para cabelos para dar brilho e charme e dar um apelo mais bonito aos produtos.

3. Moda: O glitter é usado em roupas, acessórios e calçados para criar peças marcantes, desde detalhes brilhantes nas peças até sapatos cintilantes que dão um toque de estilo e sofisticação.

Como é feito o glitter?

É criado através de um processo que cria partículas pequenas e brilhantes. O método exato irá variar dependendo do tipo de glitter e dos materiais utilizados.

O que tem no glitter?

O glitter é composto por pequenas partículas brilhantes, cujo tamanho e composição variam dependendo do tipo  de glitter e do material utilizado em sua confecção. Aqui estão alguns dos ingredientes mais comuns do glitter:

1. Substrato: Este material forma a estrutura principal das partículas de glitter.

2. Corantes e pigmentos: Para adicionar cor ao glitter , pigmentos ou corantes são frequentemente adicionados ao material de base durante o processo de fabricação.

3. Materiais Refletivos: Podem ser revestimentos especiais ou aditivos de materiais que aumentam a capacidade de refletir a luz e criar um efeito mais brilhante.

4. Aditivos ou revestimentos especiais: Dependendo do uso final do glitter , aditivos podem ser adicionados  para melhorar a durabilidade, resistência à água ou outras propriedades.

5. Aglutinante: É adicionado um aglutinante para manter as partículas de glitter unidas e garantir que elas permaneçam fixas na superfície desejada.

Qual é a diferença entre glitter e purpurina?

São frequentemente usados de forma intercambiável, mas existem algumas diferenças distintas, especialmente em termos de tamanho, material e tratamento.

1. Tamanho da partícula: O glitter é normalmente composto de partículas menores e  uniformes, enquanto a purpurina tende a ser composto de partículas mais uniformes.

2. Material:  O glitter  é feito de uma variedade de materiais e é conhecido por seu brilho e propriedades reflexivas. A purpurina, por outro lado, é tradicionalmente feito de pequenos pedaços de filme  plástico.

3. Acabamento e Brilho:  O glitter  tende a ter  brilho mais forte e  textura mais lisa devido ao seu tamanho menor e partículas mais uniformes.

Quais outros produtos são confundidos com glitter?

Além da purpurina, alguns produtos, além do glitter, podem ser confundidos com glitter devido a semelhanças visuais ou  uso em contextos semelhantes. Alguns deles são mostrados abaixo.

1. Lantejoulas: As lantejoulas têm formato achatado e geralmente são maiores e mais grossas que as partículas de glitter.

2. Pigmentos Brilhantes: Não possuem a textura de partículas individuais de glitter e consistem em partículas finas de cor com um brilho intenso.

3. Papel ou materiais metalizados: Sua composição é diferente porque não é composta de partículas brilhantes individuais  como o glitter.

Por que não usar o glitter?   

Existem vários motivos pelos quais algumas pessoas evitam usar glitter em produtos e atividades. Abaixo estão algumas das principais preocupações associadas ao uso de glitter:

Pode causar danos estruturais e respiratórios

O glitter pode  causar danos estruturais e problemas respiratórios dependendo  das condições de uso e manuseio.

1. Danos Estruturais: Em áreas onde a presença de partículas é indesejável, como laboratórios, instalações industriais ou salas, o brilho pode afetar equipamentos sensíveis, sistemas de filtragem de ar ou máquinas, causando mau funcionamento.

2. Problemas respiratórios: As partículas  podem  causar irritação respiratória se inaladas, especialmente em pessoas sensíveis ou se inaladas em grandes quantidades.

Podem prejudicar a fauna marinha

O glitter pode representar uma ameaça à vida marinha porque é durável e pode se transformar em microplásticos que podem ser ingeridos por animais marinhos. Estes microplásticos, incluindo partículas de glitter, podem prejudicar a saúde dos animais marinhos de diversas formas.

Como substituir o glitter?     

Pesquisadores e fabricantes estão desenvolvendo novos materiais e técnicas para criar alternativas mais sustentáveis ao glitter tradicional e acelerar a transição para opções mais ecológicas.

O glitter sustentável é uma alternativa mais ecológica projetada para reduzir os efeitos negativos do glitter plástico tradicional.

Glitter sustentável

O glitter sustentável é uma alternativa mais ecológica projetada para reduzir os efeitos negativos do glitter plástico tradicional. Algumas características e opções de glitter sustentável são:

1. Materiais Biodegradáveis: Sustainable Glitter é feito de materiais biodegradáveis, como celulose, algas, mica natural ou outros materiais naturais à base de plantas. Esses materiais se decompõem mais facilmente no meio ambiente, reduzindo o acúmulo de resíduos plásticos.

2. Produção Responsável: Compromisso com a Sustentabilidade Marcas e fabricantes estão comprometidos com práticas de produção responsáveis ​​que minimizam o consumo de recursos naturais e reduzem a pegada ambiental de seus produtos.

3. Certificação e rastreabilidade: Alguns produtos de glitter sustentáveis ​​podem vir com certificações que garantam não só sua origem ambiental e ética, mas também sua rastreabilidade ao longo de toda a cadeia produtiva.

4. Alternativas compostáveis:  Algumas versões do glitter sustentável  são compostáveis. Isto significa que  pode decompor-se em condições  de compostagem adequadas sem prejudicar o  ambiente.

5. Opções veganas e livres de crueldade: Muitos produtos sustentáveis ​​são formulados sem ingredientes de origem animal e não são testados em animais para seguir práticas éticas e sustentáveis.

Conclusão 

O glitter,  amplamente utilizado em diversas indústrias, pode ser uma fonte significativa de poluição por microplásticos que pode impactar os ecossistemas aquáticos, a vida selvagem e até mesmo a saúde humana.

Aumentar a conscientização sobre o impacto do glitter tradicional e introduzir alternativas sustentáveis é um passo importante para um futuro mais limpo e saudável para o nosso planeta.

Siga o Meio Sustentável:

Adicione o texto do seu título aqui

Publicidade

Notícias Mais Lidas

Publicidade

Noticias relacionadas

Educação ambiental: conceito, importância e melhores práticas  

Glitter ameaça vida nos oceanos

Glitter: entenda quais são os impactos negativos ao meio ambiente 

carnaval sustentavel

Carnaval sustentável: 13 dicas para aproveitar de forma consciente

sustentabilidade

Sustentabilidade: entenda o que é, importância e 7 seus pilares

Marcas Responsáveis

Conheça empresas que levam a sustentabilidade no seu DNA

Marcas Responsáveis

Últimos conteúdos

Projetos que impactam

Funil urinário Pipizito e a acessibilidade urinária para mulheres

O Funil Urinário Pipizito traz praticidade e acessibilidade para mulheres, ideal para viagens, esportes e uso diário. Mais liberdade e
ESG, Negócios

O que é mercado livre de energia: saiba quais são os benefícios

Entenda o que é o mercado livre de energia e, mais importante ainda, como ele pode trazer benefícios tangíveis para
Sustentabilidade

COP 29: entenda o que é esse evento e qual é a sua importância

Sustentabilidade

O que é enchente: saiba quais são as principais causas e riscos

energia limpa
Energia Limpa

Energia limpa: o que é, quais são os tipos, vantagens e fontes

empreendedorismo verde
Tendência

Empreendedorismo verde: conheça quais são as características

Conheça quais são as características do empreendedorismo verde. E saiba como esses empreendedores estão moldando o futuro dos negócios!
ESG

Critérios ESG: descubra quais são e saiba como implementá-los

Eentenda os fatores ambientais, sociais e de governança que orientam práticas sustentáveis e saiba como aplicá-los na sua empresa.
Dióxido de carbono
Planeta

Emissão de carbono: o que é e qual seu impacto no mundo

A emissão de carbono representa o impacto no aquecimento global causado pela liberação de gases, como o dióxido de carbono