extrato de alecrim extrato de alecrim

Extrato de alecrim: Quais são seus usos e seus benefícios?

5 minutos para ler

O que é o alecrim?

Antes de falarmos sobre o extrato de alecrim vamos entender sobre o que é o alecrim. Para quem não sabe é uma erva muito versátil, utilizada de várias maneiras, como tempero em algumas receitas por realçar o sabor dos alimentos, aromatizante de ambientes, preparação de chás e tinturas. O alecrim é uma planta muito estudada pelos cientistas. É muito conhecida como “erva da alegria”, por ter substâncias bioativas é considerada fitoterapeutica, ela influencia os neurotransmissores trazendo uma sensação de bem-estar.

O que é extrato de alecrim?

O extrato de alecrim é uma substância oleosa extraída a partir da erva. É rico em antioxidantes, como vitamina C e ácido carnósico, e minerais como o potássio, cálcio, sódio, magnésio e o fósforo. Além disso, ele também tem um ingrediente chamado ácido rosmarínico,que tem a característica de ser bactericida e anti-inflamatório.

Existem, até mesmo, estudos que apontam que um dos elementos do extrato de alecrim, o carnosol, um diterpeno fenólico (compostos de origem natural, que tem ação antioxidante), pode ser ligado a uma ação preventiva ao câncer. Mas calma, ainda não foi comprovado cientificamente.

Extrato x Óleo essencial

Mas afinal, qual é a diferença entre extrato e óleo essencial? A principal diferença é em como esses dois fármacos são obtidos. Os extratos são obtidos a partir de processos de maceração, ou seja, literalmente o ato de amassar e despedaçar a planta,  mas também pode ser por processos de infusão, decocção ou percolação, o produto final é uma substância oleosa e bastante viscosa.

Já os óleos essenciais são produzidos a partir da destilação a vapor, prensagem a frio, hidrodestilação, enfleurage, extração por solventes ou por fluidos supercríticos. Geralmente são utilizadas partes específicas da planta, como flores, folhas, raízes, cascas, frutos e sementes.

A segunda principal diferença é que os óleos essenciais são ingredientes mais concentrados e devem ser utilizados diluídos. Já os extratos costumam ser um pouco mais suaves, mas mesmo assim não devem ser aplicados diretamente na pele.

Benefícios de  extrato de alecrim

Vamos agora ver exatamente quais são os benefícios que o extrato de alecrim pode trazer para nós. Já vimos que ele possivelmente pode prevenir câncer, o que é ótimo, mas, além disso, ele tem muitos outros benefícios maravilhosos para a pele, cabelo e organismo como um todo.

O alecrim quando ingerido pode estimular o foco, a concentração, a energia, a memória e a tranquilização do emocional, já traz uma sensação de bem-estar. Ele é analgésico, antisséptico, anti-inflamatório, antioxidante, antibacteriano, diurético, estimulante e tônico. Ele tem ação expectorante, então ajuda no combate a tosse, gripe e crises de asma. Ajuda a diminuir a cólica menstrual, a dor muscular e a fadiga, além de ser um estimulante celular e mental. Ele ainda pode auxiliar no controle da pressão arterial, pois melhora a circulação sanguínea. Trata mal-hálito, aftas, gengivite e estomatite. E claro, além de tudo isso ainda realça o sabor dos alimentos.

No cabelo ele auxilia na hidratação, no fortalecimento dos fios, no crescimento do cabelo, previne caspa, queda e calvície, elimina fungos do couro cabeludo e desobstrui os poros, além de deixar uma sensação de frescor.

Quando usado na pele ele tonifica, hidrata e acalma a derme. Estimula a circulação e a regeneração celular prevenindo o envelhecimento. Auxilia no tratamento de acnes, espinhas, inflamações e erupções cutâneas. São excelentes para qualquer tipo de pele, oleosa, seca ou mista, ou madura. Ele também fica perfeito em um difusor, por ter um aroma bastante agradável e propriedades calmantes.

Como utilizar o extrato de alecrim

Já falamos o que é, como é feito e o que ele faz, mas como usar esse extrato? Como já dissemos lá em cima, apesar de ser mais suave que um óleo essencial, não é recomendado o uso direto deste produto na pele ou nos cabelos. Aqui vão algumas dicas de uso para que você não se perca nesse mar de informações::

  • Misture em shampoos, condicionadores ou cremes capilares da sua preferência
  • Misture em cremes hidratantes, tonificantes, ou até óleos essenciais
  • Pingue algumas gotas nos seus produtos de limpeza, para que a sua casa fique aromatizada (misture em ceras e passe com pano seco)
  • Faça uso de difusores, poucas gotas são suficiente

No caso da ingestão é recomendável a orientação de um profissional da saúde qualificado. Não use o extrato exageradamente, e fique sempre atento às recomendações do seu médico.

Posts relacionados

Deixe um comentário

Cresta Help Chat
Send via WhatsApp