Publicidade

Início  /  

/

O que são roupas sustentáveis, como funcionam e principais marcas

Roupas sustentáveis são feitas com materiais e processos que geram o menor impacto possível ao meio ambiente!
Governo da França ajuda no conserto de roupas

Se tem uma coisa que o brasileiro gosta é sentir o gostinho de comprar uma roupa nova. Melhor ainda é poder estrear e ainda comentar quanto custou! Mas o consumo exagerado pode ser um problema, ainda mais quando compramos das fast fashions. 

É por isso que viemos te apresentar as roupas sustentáveis, mas não são somente aquelas feitas de materiais recicláveis, mas sim roupas que são produzidas com o mínimo impacto possível ao meio ambiente. Vem conhecer um pouco mais sobre elas!

O que são roupas sustentáveis?

Como começamos a dizer, as roupas sustentáveis possuem o princípio de serem produzidas com materiais e processos que gerem o menor impacto possível ao meio ambiente. Elas também são fabricadas para serem duráveis, versáteis e respeitam uma lógica ética de sustentabilidade ambiental, econômica e social.

Além de poderem ser produzidas a partir de materiais reciclados e recicláveis, como é o caso das fibras feitas a partir de garrafas pet, sacolas plásticas e guarda-chuvas, elas também utilizam matérias-primas orgânicas e naturais, como é o caso do algodão orgânico e do bambu. 

A matéria-prima natural também exige menos adição de produtos químicos para a produção das roupas, isso também pode torná-las biodegradáveis. Os tecidos sustentáveis também podem ser feitos de materiais como cânhamo, linho, modal, seda de soja e seda de laranja.

Um exemplo de tecido biodegradável é a poliamida biodegradável que foi feita para se degradar de forma mais rápida quando é descartada em aterros sanitários ou podem ainda serem utilizados nas composteiras. Geralmente o tempo de degradação depende das condições e dos microrganismos, mas a maioria pode se decompor em até três anos. Uma fibra tradicional levaria no mínimo 10 anos para se decompor. Exemplos de tecidos biodegradáveis são: couro de abacaxi, fibra de bambu, fibra de laranja, lenpur, qmilk.

Como funciona a moda sustentável?

A moda sustentável surgiu para mitigar os impactos da indústria têxtil no meio ambiente. Atualmente o setor é responsável por 8% a 10% das emissões de gases efeito estufa. Os modelos vendidos no mundo atual em sua grande maioria também são feitos de fibra sintética como o poliéster e para a sua produção, são gastos aproximadamente 70 milhões de barris de petróleo ao ano e para se decompor levam aproximadamente 200 anos.

Isso sem contar que a cada lavagem das roupas sintéticas elas podem soltar microfibras ou microplásticos, o que gera em torno de 500 milhões de toneladas de fibras sendo despejadas diretamente nos oceanos por meio dos esgotos.

É nesse ponto que a moda sustentável chega para minimizar ou mitigar os impactos negativos da indústria têxtil. Ela chega com a proposta de usar matérias primas mais naturais, com poucos produtos químicos adicionados e menos utilização de água. Vale lembrar que atualmente a indústria têxtil gasta 20% da água potável do mundo e a grande parte não é renovável.

Outra característica da moda sustentável é minimizar o desperdício de materiais, energia e bens naturais, investindo no reaproveitamento e na economia circular. Exemplos são os brechós e as próprias roupas feitas com materiais sustentáveis, já que as modelagens são mais neutras e possuem grande vida útil.

Qual a diferença entre consumo consciente e moda sustentável?

Geralmente as duas expressões são usadas para definir as mesmas ações, mas elas têm significados e formas diferentes de se fazer, entretanto, ambos buscam minimizar os impactos ao meio ambiente.

Consumo consciente

O consumo consciente é mais abrangente, não diz respeito apenas à moda sustentável, mas a como e quanto consome. Aqui o exercício a ser feito é combater o consumismo e aqueles produtos de uso único ou descartáveis.

Isso significa também investir em uma mudança no estilo de vida para adotar atitudes mais sustentáveis no dia a dia. Com isso, é necessário pensar nos seguintes pontos:

1 – Materiais empregados na produção: neste ponto, é necessário observar os materiais que foram usados para a produção dos objetos, já que a ideia é escolher aqueles com menos impacto ambiental.

2 – A relação quantidade x durabilidade: mesmo sendo roupas e objetos sustentáveis, consumir além do necessário não é consumir de forma consciente. Quando compramos produtos demais sem necessidade, estimulamos uma produção desnecessária e um gasto além do que a natureza consegue se regenerar.

É nesse quesito também que precisamos entender que os produtos ficam velhos em pequenas ou grandes quantidades. O movimento das fast fashion de lançar coleções é um perigo, uma vez que elas incentivam o consumismo para que o público faça uma troca constante das suas roupas, o que gera resíduos descartados de forma inadequada.

3 – A qualidade das peças: a ideia do consumo consciente é consumir menos, por isso, é necessário observar a qualidade das peças que estão sendo compradas para ter mais durabilidade. Isso significa que as roupas de qualidade não vão ter buracos, esgarçar ou encolher, perder a sua cor original ou apresentar defeito com tanta facilidade.

4 – O método de produção: aqui você deve analisar como os fabricantes se comportam perante aos impactos à natureza. A ideia é apoiar empresas conscientes e que utilizam métodos menos agressivos ao meio ambiente.

Moda sustentável

No caso da moda sustentável, ela abrange um dos nichos mais consumistas e poluidores do mundo e busca solucionar esses problemas com a confecção de peças utilizando materiais naturais, recicláveis e duráveis. Com esse pensamento, os resíduos têxteis e a mão de obra barata são incorporados como problemas de produção.

Isso significa que a moda sustentável se preocupa com conceitos como slow fashion e eco-friendly e leva em consideração o menor impacto possível social, econômico e ambiental. Ela também se preocupa em uma produção baseada em conceitos éticos e contra o desperdício e a poluição.

Com esses conceitos, a moda sustentável se apresenta como uma alternativa durável e atemporal, com preferência na utilização de matérias-primas recicláveis ou orgânicas, processos mais eficientes principalmente para a utilização de água e energia, adoção de práticas justas no mercado da moda.

Do que são feitas as roupas ecologicamente corretas?

As roupas ecologicamente corretas são feitas a partir de materiais sustentáveis. Confira quais são os materiais mais utilizados.

Materiais sustentáveis para roupas

A indústria da moda sustentável tem utilizado de alternativas recicláveis para constituir adereços ou fabricar novas peças. É comum encontrarmos cápsulas de café ou lacres de latinhas de refrigerante em colares,brincos, bolsas e roupas. Lonas, banners publicitários e até guarda-chuvas têm se tornado bolsas e mochilas. 

Tecidos sustentáveis

Mas além do reaproveitamento ainda há a transformação ou a confecção à base das melhores matérias-primas para promover o mínimo impacto ambiental. Com isso, é comum ver roupas sustentáveis de materiais orgânicos como o algodão, o linho, o cânhamo e a seda, que são cultivados sem o uso de pesticidas.

Ou feitas com materiais recicláveis, como é o caso da utilização de garrafas pet para confecção de roupas impermeáveis e redes de pescas à base de nylon para a produção do econyl. Ainda existem aqueles materiais de baixo impacto, como é o caso do tencel, que é feito de madeira de reflorestamento e é biodegradável, e o modal, que é produzido a partir de polpa de madeira certificada.

3 mitos e verdades sobre roupas sustentáveis

Em meio à disseminação de informações falsas, é importante esclarecer o que é mito e o que é verdade sobre as roupas sustentáveis.

1. Roupas sustentáveis são caras

As roupas sustentáveis possuem um preço mais elevado do que aquelas encontradas nas fast fashion, mas a qualidade e a durabilidade são maiores também. Isso significa que elas valem mais a pena por não se tornarem descartáveis ao longo do tempo.

Consultorias de moda adotam que o valor real da roupa pode ser calculado pelo preço de mercado e a quantidade de vezes que ela foi utilizada. Então quanto mais se usa uma peça, mais barata ela pode ser considerada.

2. Roupas ecologicamente corretas são todas iguais

Não é porque as roupas sustentáveis são atemporais que elas são básicas ou possuem a mesma modelagem. Atualmente já existem tecidos de diversas texturas e cores que podem ser utilizados em modelagens abrangentes. Exemplos são as marcas de luxo cada vez mais utilizando materiais recicláveis para confecção de tecidos e consequentemente modelitos que vão para as grandes passarelas mundiais.

3. Roupas sustentáveis são difíceis de encontrar

A moda sustentável tem ganhado cada dia mais espaço no dia a dia das pessoas. Enquanto lojas do nicho estão em ascensão, grandes fast fashion como a Forever 21 estão declarando falência. A verdade é que as opções sustentáveis estão em sua grande maioria em ambiente online, também fazendo referência à eficiência dentro de um contexto mais sustentável.

Como se manter na moda e preservar o meio ambiente?

Existem várias práticas simples que podemos adotar no nosso dia a dia para praticarmos o consumo consciente e promovermos a moda sustentável. Confira algumas dicas:

Slow fashion

Adote o conceito de slow fashion, ou seja, pesquise mais sobre o que precisa comprar observando sua produção, tecido, durabilidade e claro, o modelo mais adequado para você. Essa ideia contrapõe-se ao modelo comum das lojas de departamento que adotam o fast fashion apoiados em roupas menos duradouras.

Upcycling

O conceito de upcycling na moda nada mais é do que o reaproveitamento de materiais que seriam descartados para a produção de novas peças. Isso significa apostar em reformas nas roupas, compras e vendas em brechós ou a fabricação de novos tecidos e peças a partir de tecidos antigos.

Fair Trade

O modelo fair trade se apoia no comércio justo e sustentável, proporcionando assim melhores condições de troca e garantias de direitos aos produtores e consumidores. Isso significa apoiar um ciclo comercial ético pautado na sustentabilidade social, econômica e ambiental.

Eco moda

O conceito de eco moda se baseia na preocupação de minimizar os impactos ambientais da indústria têxtil em todos os estágios de desenvolvimento e comercialização das roupas. 

Zero-waste fashion

O Zero-waste fashion é uma técnica de aproveitamento de 100% dos tecidos sustentáveis a partir de modelagens que não geram muito ou nenhum resíduo. Isso significa que os desenhos das peças evitam muitos decotes ou reutilizam os retalhos nas próprias modelagens. 

De maneira geral, a moda sustentável chegou para conter o consumo desenfreado e a poluição causada pela indústria da moda tradicional. O nicho é um dos que mais consome os recursos naturais da terra de forma não renovável e ainda geram uma poluição extremamente problemática. 

No Brasil já existem marcas que fazem roupas e produtos mais sustentáveis, como é o caso da Pantys, marca de calcinhas absorventes, a Insider, marca de roupas ecológicas e sustentáveis e a Havaianas que possui uma linha totalmente sustentável. 

Com uma busca simples no Google você também pode encontrar novas marcas e opções que se adequam ao seu estilo. Mas se quiser uma curadoria ainda mais especializada, acesse o blog do Meio Sustentável e confira nossas dicas!

Siga o Meio Sustentável:

Adicione o texto do seu título aqui

Publicidade

Notícias Mais Lidas

Publicidade

Noticias relacionadas

Governo da França ajuda no conserto de roupas

O que são roupas sustentáveis, como funcionam e principais marcas

tecidos sustentaveis

Quais são os tecidos sustentáveis?

Marcas Responsáveis

Conheça empresas que levam a sustentabilidade no seu DNA

Marcas Responsáveis

Últimos conteúdos

ESG

Empresas ESG: entenda a importância do ESG nos negócios

ESG são critérios utilizados para avaliar a responsabilidade social e o impacto sustentável de uma empresa. Saiba a importância do
Energia Limpa

Auren e o mercado livre de energia: conheça as soluções

Descubra como a Auren pode revolucionar seu consumo de energia e promover um futuro sustentável no mercado livre de energia!
Sustentabilidade

Construções sustentáveis valorizam a venda de imóveis!

As construções sustentáveis têm se tornado um diferencial significativo no mercado imobiliário, impulsionando a valorização dos imóveis.
5 Rs sustentabilidade
Reciclagem

Descubra quais são os 5 Rs da sustentabilidade e seus benefícios

Descubra o que são os 5 Rs da sustentabilidade, saiba como podemos utilizá-los no dia a dia e quais são
Planeta

Poluição do ar: quais são as principais causas e quais os efeitos

A poluição do ar é causada por emissões de veículos, indústrias e queimadas, afetando a saúde humana e o meio
Poluição atmosférica
Planeta

Poluição atmosférica: entenda quais são as causas e como evitar

A poluição atmosférica representa um desafio crescente para a qualidade de vida global. Entenda suas principais causas e descubra como
marketing verde
ESG

Marketing verde: saiba o que é e como utilizá-lo em sua empresa

Com a conscientização ambiental e a demanda por práticas sustentáveis, muitas empresas estão adotando estratégias de marketing verde.
energia solar
Energia Limpa

Por que investir em energia solar: como funciona e vantagens

Neste artigo, vamos explorar o funcionamento da energia solar e apresentar as vantagens que ela oferece para o meio ambiente