fbpx

Alecrim: saiba os benefícios e como usar

O alecrim, conhecido  cientificamente como  Rosmarinus officinalis,  apresenta diversos benefícios, como por exemplo, melhoria na digestão, alívio da dor de cabeça e combate do cansaço frequente. Essa planta é medicinal e é conhecida no Brasil todo por  apresentar diversos benefícios em termos de saúde.

Essa incrível planta aromática, originário da região do Mediterrâneo, é uma das ervas mais completas em termos de benefícios à saúde. Devido às suas propriedades, ele já se tornou frequente objeto de estudo de cientistas. É conhecida também como erva da alegria já que seus óleos essenciais favorecem a produção de neurotransmissores responsáveis pelo bem estar. Dessa forma, é muito utilizada para fazer cosméticos.

É muito utilizado como aromatizante de ambientes, por ter odor agradável, e realça os sabores de alimentos como assados, carnes, legumes, molhos e pães. Além disso, a erva é considerada um excelente fitoterápico, por conter substâncias bioativas. As folhas secas ou frescas do alecrim são utilizadas para a preparação de chás e tinturas. As partes floridas são empregadas na produção de óleo essencial.

O meio sustentável separou seis dentre muitos benefícios do alecrim, veja abaixo:

1 – Ótimo ajudante do sistema imunológico 

Por ser rico em substâncias antioxidantes, o alecrim também parece ajudar no fortalecimento do sistema imunológico, especialmente em pessoas que apresentam imunidade diminuída. Por ser excelente expectorante ele age ajudando no combate à tosse, gripe e asma.

Além disso,quando usado na forma de óleo essencial, o alecrim tem forte ação antibiótica, especialmente contra algumas bactérias, como por exemplo, E. coli, Bacillus cereus, Staphylococcus aureus, Clostridium perfringens, Aeromonas hydrophila e Salmonella choleraesuis, que causam problemas como infecção urinária, gastroenterites e até infecções generalizadas.

Este efeito parece estar relacionado com a presença de ácido rosmarínico, rosmaridifenol, carnosol, epirosmanol, rosmanol e ácido carnósico na composição do alecrim, que interagem com a membrana das bactérias, impedindo que consigam se desenvolver e multiplicar.

2 – Auxilia o tratamento de dores reumáticas e contusões

Uma solução natural para o reumatismo que ajuda a aliviar as dores é utilizar compressas de alecrim. Pode-se aplicar o alecrim in natura ou o óleo essencial. Também é eficaz no tratamento de entorses e contusões, já que o  chá de alecrim também é bom para combater inflamações, aliviando a dor, edema e desconforto, devido à sua composição em ácido rosmarínico.

Nesse caso, um dos benefícios do alecrim é o combate de casos de gastrite, já que existe uma inflamação no estômago. Da mesma forma, quando usado na forma de óleo essencial, o alecrim também pode ajudar a tratar problemas de inflamação ortopédica, como tendinites e dores musculares.

Para usar o óleo, deve-se diluir uma ou duas gotas em 10 gotas de óleo vegetal, como óleo de coco, de amêndoas doces ou azeite, por exemplo, e depois massagear no local. Outra opção também passa por adicionar algumas gotas na água do banho.

3 – É diurético 

O alecrim é rico em minerais como o potássio, cálcio, sódio, magnésio e fósforo. A ingestão dessas vitaminas e minerais favorece a perda de peso por ter ação diurética. Por ser um excelente diurético natural pode ser usado para combater a retenção de líquidos no corpo. Ele aumenta a produção de urina, o que estimula o corpo a eliminar o máximo de líquidos retidos e toxinas, melhorando a saúde. No entanto, o alecrim parece também aumentar a eliminação de sódio e potássio na urina, devendo, por isso, ser usado apenas durante 1 semana e sob orientação de um médico ou nutricionista.

4 – Ajuda na digestão e redução de gases intestinais 

 O chá do Alecrim é digestivo e sudorífero, o que faz aliviar os sintomas da má digestão. Dessa forma, pode ser tomado logo a seguir às principais refeições para ajudar na digestão, pois possui efeito colagogo que ajuda no esvaziamento da vesícula.

Então, a digestão torna-se mais fácil, especialmente após comidas gordurosas e pesadas, uma vez que a bile liberada pela vesícula ajuda na digestão das gorduras. Por fim, doses diárias do chá ou da tintura de alecrim são indicados para redução de gases intestinais, responsáveis pelo incômodo de muitas pessoas, por ter ação carminativa.

5 – Combate o stress

Conhecido por relaxar os nervos e acalmar os músculos, o alecrim aumenta o fluxo sanguíneo estimulando o cérebro e a memória. Por conter ácido carnósico, um ácido com propriedades antioxidantes essencial para o sistema nervoso, ajuda a lidar com situações de stress.Dessa forma, um dos benefícios do alecrim é a ação para situações de estafa mental.

Estudos já comprovaram os benefícios do alecrim para o funcionamento cerebral, especialmente devido à sua ação antioxidante, que parece ajudar durante períodos de maior estresse, como antes e durante provas e testes, ou antes e depois de reuniões de trabalho muito importantes.

Além disso, as propriedades do alecrim também parecem ajudar a prevenir o Alzheimer. Além da ação antioxidante, também inibe a COX-2, um tipo de enzima inflamatória que aparece em níveis elevados em pacientes com Alzheimer.

6 – Tratamento para o couro cabeludo

Como benefício do alecrim, podemos citar a ação dessa erva como fortificante do couro cabeludo, como anti-caspa e também contra a queda de cabelo.  Além de tudo isso, o chá de alecrim sem açúcar pode ser usado para lavar o cabelo, porque ele fortalece os fios, combate a oleosidade excessiva, combatendo a caspa, e facilita o crescimento do cabelo, porque melhora a micro circulação do couro cabeludo.

Como fazer o chá de alecrim

O chá de alecrim deve ser preparado em forma de infusão, que consiste em ferver a água e depois adicionar a erva na água fervente por alguns minutos.

Ingredientes:

  • 3 a 4 g de folhas secas de alecrim;
  • 250 ml de água em ponto de fervura.

Preparo:

Adicionar o alecrim na água fervente e deixar repousar por 5 a 10 minutos, devidamente tampado. Coar, deixar amornar e tomar, sem adoçar, de 3 a 4 vezes por dia.

Além de ser utilizado na forma de chá, o alecrim pode ser utilizado como erva aromática para temperar os alimentos e está disponível na forma seca, em óleo ou fresco. O óleo essencial é especialmente utilizado para adicionar à água de banho ou para fazer massagens em locais doloridos.

Cuidados e contraindicações

O chá de alecrim é considerado bastante seguro, no entanto, quando consumido em excesso pode causar náuseas e vômitos.

Além disso, não deve ser usado por crianças com menos de 5 anos, grávidas ou mulheres a amamentar. Pacientes com doenças no fígado ou na vesícula também não devem usar este chá porque devido ao seu efeito colagogo podem apresentar piora dos sintomas e até agravamento da doença.

No caso do óleo essencial, não deve ser aplicado diretamente na pele, pois pode causar irritação da pele, nem deve ser usado em feridas abertas. Dependendo da quantidade que usar e como usar o alecrim pode se tornar  tóxico para a saúde, assim como as outras plantas medicinais.

Benefícios do alecrim: saiba por que passar a usar esse tempero na ...

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.